terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Nick Cave - Into My Arms

Esta música foi-me dada a conhecer pela pessoa que talvez mais tenha marcado a minha vida, quer por todos os horizontes que me abriu ao nível de experiência de vida quer por tudo que me fez desacreditar.
Contudo, nem ele nem nenhum palerma que já cruzou comigo, me tirou a vontade de sonhar e acreditar que existem pessoas boas. Pessoas com princípio, meio e fim. Pessoas que não são retalhos, onde falta tudo para se poderem unir a qualquer outro retalho. Sim, porque por vezes retalhos formam belas mantas.
Eu acredito em Anjos e Deuses, esta música faz-me ouvi-la, com um sentido um pouco diferente daquele que ela transmite e me foi dado a conhecer.
E sei que está na hora de Ele te guiar directo para os meus braços. (Sinto-o my Angel, my Prince)

Pegando na música explico porquê,
"...porque no amor eu acredito
E eu sei que tu também acreditas
E eu acredito em algum tipo de caminho
Que nós podemos seguir andando, tu e eu..."

(Lembrei-me de a colocar aqui porque há uns dias atrás tentei lembrar-me do título ao falar com um fã de Nick Cave como sendo a minha preferida e hoje resolvi encontrá-la.
Estes feriados por vezes põe-me assim, enfimm... Já sei que a Di diz que penso demais mas já deve ser difícil modificar este defeito e relax :D)
Eu tento, juro que tento. É o que dá, se temos muito trabalho reclamamos, se estamos sem actividade produtiva, meditamos, no meu caso tenho devaneios (Sonhos, quimeras, fantasias, ficções: isto são devaneios)


3 comentários:

O ovo estrelado disse...

...& the Bad Seeds! Hoje estás muito pouco feng-shui!

Guilherme Faro disse...

Aninhaaaaaaaaaaaa... essa sua boa fase está te revelando uma apaixonada!!!! Que legal! Que assim continue.
beijo

Ana disse...

Não sei se apaixonada se com vontade de me apaixonar cara...
Sinto algo diferente em mim, agora se é paixão ou mero entusiasmo não te sei explicar... Coisa de Mulher com todas as minhocas e complicações que você bem sabe :D