domingo, 27 de dezembro de 2009

Hoje




Sinto um nó na garganta!
Sinto que o poder dos meus desejos têm força,
Sinto que sei cada vez mais o que quero,
Sinto que tenho que pensar as coisas com calma,
Sinto que tenho que respirar!

A vida corre-nos todos os anos por entre os dedos a uma velocidade alucinante,
Os dias que tanto queremos que corram quando estamos longe, são os mesmos que voam quando os temos perto de nós,
Esqueçemo-nos por vezes de lhes dizer o quão são importantes para nós.
Hoje sinto-me bem na minha concha,
Sinto-me, mais uma vez a sofrer por antecipação prevendo a próxima semana!

Sinto um nó na garganta!

Esta é a minha vida, quero-a de volta!
Se a vida junto deles voa, que voe com leveza,
Voe com calma e que os possa ter todos ao meu lado sempre que preciso deles
E como são muitos os dias, as horas, os segundos que preciso deles.

2 comentários:

Telmo disse...

Olá, espero tua consoada tenha sido boa em família, pelo que aqui escreves compreendo o que queres dizer, pois a vida voa e por vezes nem nos damos conta que também voa para os outros, mas que os temos sempre a nosso lado, longe ou perto, estão sempre dentro de nós como nós estamos dentro deles, mas deixa lá, temos todos nós, acho eu, esse sofrimento por antecipação, mas até esse sentimento acaba por voar, desejo-te e á tua familia um muito feliz ano de 2010, beijos, boa semana.

ALFF disse...

Obrigada Telmo!

Espero que também tenhas um excelente 2010! Tu e todos os que te são queridos!