segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Caminhos




Pelo Sonho é que vamos,
Comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não frutos,
Pelo Sonho é que vamos...

Sebastião da Gama

7 comentários:

O ovo estrelado disse...

..e nem um tronco caido no caminho poderá obstaculizar o sonho!

Telmo disse...

...valha-nos o sonho para que esta vida não seja tão impedida pela realidade do que nos rodeia e pelos obstáculos que encontramos, valha-nos o sonho para que possamos continuar a sonhar...

Boa semana, beijos.

ALFF disse...

Valha-nos os Sonhos!

Sem dúvida alguma Telmo, sonhar é a melhor coisa do mundo

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belos caminhos...Espectacular...

Os meus olhos são uns olhos.
E é com esses olhos uns
que eu vejo no mundo escolhos
onde outros, com outros olhos,
não vêem escolhos nenhuns.

Quem diz escolhos diz flores.
De tudo o mesmo se diz.
Onde uns vêem lutos e dores
uns outros descobrem cores
do mais formoso matiz.

Nas ruas ou nas estradas
onde passa tanta gente,
uns vêem pedras pisadas,
mas outros, gnomos e fadas
num halo resplandecente.

Inútil seguir vizinhos,
querer ser depois ou ser antes.
Cada um é seus caminhos.
Onde Sancho vê moinhos
D. Quixote vê gigantes.

Vê moinhos? São moinhos.
Vê gigantes? São gigantes.

António Gedeão



Cumprimentos

ALFF disse...

Obrigada Fernando por partilhar aqui este bonito poema.

Dulce disse...

Enfim, os sonhos comandam a vida!!!

ALFF disse...

Olá Dulce, obrigada pelo comentário. Estive a ver o seu blogue e desde já os meus parabéns.
Irei visitá-lo mais vezes.