quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Eu e Tu

Dois!

Eu e Tu, num ser indispensável!
Como Brasa e carvão, centelha e lume, oceano e areia,
Aspiram a formar um todo, — em cada assomo
A nossa aspiração mais violenta se ateia...


Como a onda e o vento, a Lua e a noite, o orvalho e a selva
— O vento erguendo a vaga, o luar doirando a noite,
Ou o orvalho inundando as verduras da relva
— Cheio de ti, meu ser de eflúvios impregnou-te!


Como o lilás e a terra onde nasce e floresce,
O bosque e o vendaval desgrenhando o arvoredo,
O vinho e a sede, o vinho onde tudo se esquece,
— Nós dois, de amor enchendo a noite do degredo,


Como partes dum todo, em amplexos supremos
Fundindo os corações no ardor que nos inflama,
Para sempre um ao outro, Eu e Tu, pertencemos,
Como se eu fosse o lume e tu fosses a chama...


António Feijó, in 'Sol de Inverno'




Não sendo nós um Devaneio meu mas algo real e porque me iluminas o rosto como Sol de Inverno te dedico este texto de António Feijó.

Como tu dizes, "Haja Alegria" e brindemos toda a vida pelas melhores razões ;)

13 comentários:

Jorge "el ciganito" Franco disse...

do teu "Sol", um bem hajas minha linda. é um devaneio para levar até ao fim.

ALFF disse...

Que o nosso fim seja a felicidade eterna!
Por tudo que já vivi, por tudo que me move, pela força que me acompanha só peço "Eu e Tu" felizes aqui ou em qualquer lugar como tão bem temos proclamado.
Feliz click, feliz coincidência da vida, feliz timing e talvez por termos sido abençoados por Cesária Evora, a Saudade nos una e nos fortaleça!
Sei que hoje as pessoas, por norma, são pouco persistentes mas Lutar e Conquistar cada segundo da minha vida sempre foi o meu lema.
Um bem haja para ti e com alegria :)

O ovo estrelado disse...

..parabéns ao casal, pelo menos existe alguém que sabe viver em amor!...e diga-se de passagem que a música que o poema entoa é tão grande como vasto mar que vos separa!...que entre vós corra um rio de água que ao mar vá desaguar!

Anónimo disse...

A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande!

Sinto-me feliz por ti, por vós ... e espero conhecer ALFF em breve!

Felicidades!

Tua amiga,

(... Imagina quem será?)

ALFF disse...

Não faço ideia quem é a amiga que não me conhece mas como já alguém disse os Ventos correm favoráreis!

Sofia Carvalho disse...

olha que dois pombinhos!!! Tenho que te confessar uma coisa Luísa, nunca vi esse rapaz a a irradiar tanta felicidade! Parabéns a ambos;)
Que tudo vos corra bem!
Beijinhos;)

ALFF disse...

Se é pelo sorriso é porque eu não admito cá caras de mau ao pé de mim :)
A felicidade vem com a serenidade, a partilha e a entrega sem complicações! E como eu hoje lhe disse somos um "Puro Franco Lusitano" e como tal sentimo-nos familiarizados desde o primeiro dia :D

Espero que estejas mais bem disposta, sei que também por aí têm estado dias bons, como tal ainda é cedo para a melancolia de Outono!

Beijos Sofia

Sofia Carvalho disse...

Não é pelo sorriso, mas sim pelas confidencias;)
Se repares o sorriso nem é dos mais radiosos! Ele é inibido;).. Desta vez ele vai matar-me!
sim, estou melhor!
Obrigada! Beijinhos;)

Guilherme Faro disse...

Aninha, que alegria saber que você está feliz! Você merece tudo de bom.
beijo grande

ALFF disse...

Oh Sofia essa do inibido até teve piada :)

Mas sorrir pra quem tem a mania que tem cara de mau já são progressos :)

Sofia Carvalho disse...

Luísa, a cara de mau até se compreende! É para te proteger de futuras agresões, visto tu teres a mania de reclamar por tudo;)E aí contra mim falo, também né?!?
Não ouviste que disse o André que eu qualquer dia estava sujeita a ir na rua e apanhar uma grande sova;) ahahahah...

ALFF disse...

Pois é verdade!
Não é fácil tomar conta de umas resmungonas de gema :)

Mas eles gostam, eles no fundo até preferem andar conosco ao lado porque assim alguém reclama por eles e como eles até se aguentam preferem ficar com a parte de proteger as suas damas :)

Não que não tenhamos joelho pra dar cabo de qualquer um e arrancar uns cabelos a umas badalhocas malcriadas, ou mesmo atirar-lhes com uma cadeira à cabeça não é :D

Sofia Carvalho disse...

ahahahha, luísa, estou farta de me rir com essa das "badalhocas malcriadas" ahahahah. És terrivel miuda! ahahah
Não consigo parar de me rir...