segunda-feira, 30 de junho de 2008

Blogue silenciado

Não tenho por hábito no meu blogue colocar opiniões de nada que diga respeito à vida pública, no entanto a notícia de hoje do blogue povoaonline apetece-me criticar.
Efectivamente falar anonimamente seja do que for é um acto cobarde, mas se formos a pensar nas últimas noticias no que respeita a denúncias anónimas sobre fugas ao fisco, entidades etc, parece-me a mim que tudo isto é um pouco de hipocrisia. Hipocrisia essa que já vem sendo habitual no nosso país. Apesar de todas essas denúncias serem anónimas, não vejo interesse por parte de ninguém em verificar até que ponto há uma ponta de veracidade nas afirmações. Não me refiro às calúnias, pois essas valem o que valem, mas em relação à fraude que possa haver.
É evidente que quem não deve não teme, daí o anonimato ser também por si mau, mas como se diz por cá, vozes de burro não chegam ao céu, portanto também não deveriam afectar assim tanto quem foi alvo de críticas.

2 comentários:

O ovo estrelado disse...

...mas se pensarmos bem, os nossos blogues em boa verdade não são verdadeiramente anónimos pois o circulo que nos rodeia acaba por saber!...quanto à questão da denúncia é um velho hábito que ultimamamente foi retirado da poeira do esquecimento do baú do fascismo. É uma forma light e pidesca mas que tem ganho adeptos por todo o lado. Mas olha que os blogs que foram "silenciados" certamente foram por motivos "fortes", uma coisa é a crítica construtiva, irónica e mordaz, outra coisa é "avacalhar por completo e denegrir uma pessoa como foi o caso de um autarca aí do Norte...o ser anónimo ou não é uma opção, no teu caso colocaste a tua fotografia carimbaste o teu nome, no meu caso coloquei um anjo que consta de um álbum de uma banda que adoro desde desde os anos 70 e que por sinal pressegue judicialmente quem utiliza qualquer imagem,e dei o nome de um filme que me marcou na minha infância...anónimo é quase o meu nome...mas no fundo no fundo, feiticeiro só mesmo em sonhos! lá no fundo No fundo abissal, nosso subconscienteo, um blog acaba por ser aquele uma extensão virtual daquele caderno que tinhamos fechado com um cadeado e que se chamava diário...agora já não se utiliza!

coiçes e bons posts limiana

jp de Verona disse...

o pior é que muitas vezes essas vozes chegam a um outro céu que é o dos “media” e toda a gente os escuta e regista como realidade e depois, muitos meses depois ou anos, mesmo com indemnizações e tentativas de "limpeza" o nome já foi sujo, a honra já foi questionada, a suspeição já manchou a pessoa. Uma outra perspectiva sobre esta notícia do "blogue silenciado" é a nossa cultura de cidadania, os canais de comunicação, o nosso respeito por opiniões contrárias, a nossa participação democrática. Vivemos na era da comunicação, mas a comunicação ainda é pouco democrática..