segunda-feira, 9 de março de 2009

A vida é um problema divertido...


A vida é um problema divertido.
Quando as amigas lhe dão sentido,
Quando cai o mundo aos nossos pés,
Quando tudo deixa de fazer sentido,
Quando a magia se desvanece,
Quando a ilusão esmorece e a energia se esgota,
Quando apaga a luz ao fundo do túnel,
Quando o cometa aterra na nossa cabeça,
Quando se ouve o toque-toque lá no fundo do salto a bater no coração,
Não há melhor vibração.
O cometa levanta voo,
O dia acorda e alumia o túnel,
O peso todo do mundo se alivia no grito de uma cantoria,
Numa espectacular magia.
De dó, ré, mi fá,
De sois, lás, sis, já não há dó.
E neste labiríntico alfabeto, reina sempre a clave de Sol!

(Ana Luísa, Joana Lisboa, Lu Ferreira, Maria Ribeiro, Deolinda Macedo, Isabel Matos, Paula Ferreira, Tânia Louro e os Deolinda)

Queridas aqui fica a marca de todo o nosso talento!
Foi sem dúvida um domingo muito divertido, os Deolinda são fantásticos e transformaram o Teatro Diogo Bernardes em alegria e fado no dia dedicado às Mulheres!
Já viram amigas como dias que supostamente iamos ficar tristes, como foram os dias das nossas últimas saídas, e juntas esses mesmos dias se tornam fenomenais!?
Viva a Amizade, Viva as Mulheres!


"A Mulher no esplendor da formosura
É como a brisa delicada e pura,
Que refresca e perfuma a nossa vida..."
António Feijó

2 comentários:

O ovo estrelado disse...

..mas nem todos os problemas são suficientes para nos fazer esquecer dela! Por mais que nos aflijam, por mais que nos aponquentem, existe algo mais importante que nos faz esquecer o quão àspera por vezes é a nossa vida...um sorriso, um afecto, um simples abraço, são a melhor cura para nos fazer acreditar que afinal de contas, a vida pode ser bem mais divertida!

...os amigos nas horas difíceis são como as tulipas! a cada lágrima que derramamos no longo inverno do nosso pesadelo, cada uma das nossas lágrimas ao tocar no chão, transformou-se numa uma linda pétala...e quando menos esperamos somos um jardim de de alegria!

...e já agora espero que tenhas autografado o cd que certamente levaste!!

ALFF disse...

Os amigos verdadeiros são as minhas cores favoritas, as minhas flores, os meus Sois!
Esses, os verdadeiros, não são como os ratos que abandonam o navio à primeira oportunidade! Ou trocam-nos consoante as circunstâncias! Estão sempre lá, nunca se esquecem de ligar mesmo estando longe, aparecem nos momentos que precisamos muito deles e sem ser preciso dizer Obrigado. Não se agradece, até porque, tal como o Amor, a Amizade cultiva-se, alimenta-se sem pedir nada em troca porque, sendo verdadeiro os sentimentos são recíprocos, os abraços, os sorrisos, as repreensões, surgem sempre como tu dizes como pétalas que embelezam a vida!


Lógico que tenho o cd autografado.